Segunda-feira, 20 de Outubro de 2008

Como uma pedra aos trambolhões

Acho que, finalmente, e porque decidi romper os preconceitos auditivos que tinha em relaçao a este artista, começo a reconhecer o genial valor do Bob Dylan, sobretudo como poeta. Este fim de semana, tem andado a rodar incessantemente na minha playlist mental este incrivel poema:

 

Once upon a time you dressed so fine
You threw the bums a dime in your prime, didn't you?
People'd call, say, "Beware doll, you're bound to fall"
You thought they were all kiddin' you
You used to laugh about
Everybody that was hangin' out
Now you don't talk so loud
Now you don't seem so proud
About having to be scrounging for your next meal.

How does it feel
How does it feel
To be without a home
Like a complete unknown
Like a rolling stone?

You've gone to the finest school all right, Miss Lonely
But you know you only used to get juiced in it
And nobody has ever taught you how to live on the street
And now you find out you're gonna have to get used to it
You said you'd never compromise
With the mystery tramp, but now you realize
He's not selling any alibis
As you stare into the vacuum of his eyes
And ask him do you want to make a deal?

How does it feel
How does it feel
To be on your own
With no direction home
Like a complete unknown
Like a rolling stone?

You never turned around to see the frowns on the jugglers and the clowns
When they all come down and did tricks for you
You never understood that it ain't no good
You shouldn't let other people get your kicks for you
You used to ride on the chrome horse with your diplomat
Who carried on his shoulder a Siamese cat
Ain't it hard when you discover that
He really wasn't where it's at
After he took from you everything he could steal.

How does it feel
How does it feel
To be on your own
With no direction home
Like a complete unknown
Like a rolling stone?

Princess on the steeple and all the pretty people
They're drinkin', thinkin' that they got it made
Exchanging all kinds of precious gifts and things
But you'd better lift your diamond ring, you'd better pawn it babe
You used to be so amused
At Napoleon in rags and the language that he used
Go to him now, he calls you, you can't refuse
When you got nothing, you got nothing to lose
You're invisible now, you got no secrets to conceal.

How does it feel
How does it feel
To be on your own
With no direction home
Like a complete unknown
Like a rolling stone?

 

(e ja que andamos aos trambolhoes, ao menos que o façamos com estilo..)

Oiço: "Like a Rolling Stone" - Bob Dylan
Tou: a rock and roll myth for you

8 brutos comentários:
De nelson camacho a 20 de Outubro de 2008 às 21:38
Vamos acertar contas-1

Como o que tenho para dizer-te ultrapassa em muito os caracteres permitidos nos comentários, vou dividir isto em duas partes ou seja “Vamos acertar contas-1” e “Vamos acertar contas-2” E esta?! Não estavas à espera. Queres porrada? Aqui vai!

Desculpa “Bruto”, mas não é minha forma de estar na vida o não responder a quem me ofende ou a quem me interpreta mal.
Vamos começar como tudo na vida, de princípio.
No dia 24 de Julho passado você fez um copy-past com o título “Ser Macho” do blogue http://pensarhigienico.blogspot.com , dando-se ao luxo de assinar um texto que não é seu ( no fim do post diz “escrito por A. Bruto às 11:24). Não satisfeito apelidou o dito texto de “testículo” e atribuindo-lhe a qualificação de “insuportável”.
Como na altura, o nome do blog http://abruto.blogs.sapo.pt me despertou atenção, julgando ser um blogue honesto e de critica à sociedade, abri-o e deparei com o post “Ser Macho”. Porque logo de princípio falava do Ribatejo, terra onde tenho alguns amigos, principalmente que se dedicam à bela arte de tourear, fui por ai fora na leitura. Comecei por achar estranho vindo de pessoa que por lá mora, chamar de testículo ao texto em questão. Fiquei preocupado com o que por aí viria e lá fui lendo até ao fim. No final, verifiquei que afinal de contas na internet, local que devia ser para coisas sérias, também existe gentinha que se dá ao luxo de ser homofóbico em toda a linha, inclusive sobre uma arte milenária e portuguesa e de tanto agrado por esse mundo fora. O toureio a cavalo faz parte da nossa tradição. O facto de se vestirem como se vestem nada tem com travestismo ou outra tendência sexual. Posso informá-lo até que se existem artes tradicionais genuinamente portuguesas onde não se conhecem “paneleirices” como o autor designa os intervenientes, é precisamente no toureio e no fado.
Ficaria pela simples leitura deste ignóbil texto, se logo a seguir, não tivesse lido o comentário de Rosa Y Casaco que tal como eu, apresenta o seu repúdio ao texto em questão. Como é costume dizer-se, apanhei a boleia e fiz um comentário ao citado comentário dando o meu total acordo ao mesmo, acrescentando que o autor do texto certamente vivia num armário.


De Rosa Y Casaco a 21 de Outubro de 2008 às 18:03
Primeira questão: como iria eu repudiar um texto redigido por um colaborador e co-administrador de um blog no qual colaboro?
Segunda questão : Acho que esta afirmação é corolário de si própria: "Posso informá-lo até que se existem artes tradicionais genuinamente portuguesas onde não se conhecem paneleirices ” como o autor designa os intervenientes, é precisamente no toureio e no fado." A tourada enquanto "arte tradicional genuinamente portuguesa" só pode ser um erro de paralaxe. Recomendo vivamente ao abalizado, cultíssimo e instruído Camacho (ou Cabicha , consoante a preferência) a leitura de Hobsbawm , E. J. and Ranger, T. (1983) The Invention of Tradition , Cambridge University Press e Nora, P. (1984). Les Lieux de memoire / sous la direction de Pierre Nora. Gallimard . Como o sofisticado e actualizado rabeta pode constatar são referências demasiado recentes e pouco citadas no que toca ao estudo da tradição. Quanto ao fado, recomendo Nery , Rui Vieira (2004) Para uma História do Fado, Público. Estas referências podem dar jeito para os papagaios que querem comentar assuntos que, obviamente, não dominam nem sequer suspeitam do que abordam.
Terceira questão: Não havendo homossexuais no fado e no toureio, como é que o Prof. Dr. Cabicha na Boca explica as figuras de António Botto , António Mello Corrêa ou Cayetano Ordonez ?


De nelson camacho a 20 de Outubro de 2008 às 21:41
Vamos acertar contas-2

Ora bem! Vem você logo de seguida com um post “Homosexualidade ou Os erros do Google” o qual é dirigido a mim. Pois bem. Se no meu comentário havia um erro ortográfico, quero informá-lo a) “Hosexualidade” não se escreve assim, mas homossexualidade. B) Não sou Gay mas tenho mais respeito por pessoas que têm essa tendência sexual, do que de pessoas como você. B) Se se deu ao trabalho como diz, ter lidos meus blogues, certamente não leu todos, pois cada um tem a sua missão e em nenhum deles ofendo seja que for ou debito chorrilhos de palavrões que nem os meus filhos dizem. C) Quando me refiro a algumas pessoas viverem dentro de armários não me refiro aos gays encobertos, mas sim a todos os que não querem ver a realidade e olhe que existem muitos políticos que por questões de ocupação de lugares, vivem em tremendos armários, mas isso é outra história. Você é que certamente tem um problema mal resolvido. D) Se você vive ou não num primeiro andar com ou sem armários, isso é contigo, mas certamente eles existem na sua cabecinha pensadora. E) O homem que é homem não precisa de apregoar aos setes ventos e aproveitar-se de uma crítica a alguém para dizer ao mundo que é heterossexual. Você tem medo de quê?
Quanto ao que escrevo nos meus blogues – http://ocantodonelson.blogs.sapo.pt - http://nacedeiramesento.blogs.sapo.pt e http://históriasehistorietaseroticas.blogs.sapo.pt , cada um tem a sua temática própria (certamente só leu o que mais lhe interessava). Em nenhum escrevo as minhas experiências sexuais mas sim desabafos que oiço no meu consultório e por uma questão de ética (não sei se sabe o que é) não são divulgados nomes, transformando o que me contam em histórias ficcionadas à moda de literatura gay. Olhe que eles não se incomodam e até agradecem, pois para alguns servem de lições e alertas para o seu dia-a-dia nesta sociedade composta por pessoa como você que por um lado diz que não condena mas por outro vai criticando. Já se deu ao trabalho de analisar bem se entre as suas relações não existe algum? Olhe que há muitos encobertos e até casados com filhos que têm vidas duplas.
E já agora, tomando as suas palavras, quero ainda dizer-lhe que o ser-se homossexual, ou bissexual, nada tem com a natureza humana, ou doença, mas sim, uma opção sexual, tal como fazer um “minete” Será esta pratica sexual, só porque é feito entre homem e mulher também é contra-natura só porque essa relação não dá procriação? Não me venha você com merdas… Porque a bichanice é outra coisa!
Já agora, aproveito o dito do outro!
Queres o quê? Porrada?
Vieste bater a má porta!
Nelson Camacho D´Magoito


De Rosa Y Casaco a 21 de Outubro de 2008 às 21:10
Caro Nelson,

Por muito competente que seja na auscultação e posterior disseminação dos conteúdos das suas consultas supostamente sigilosas, deixe-me só fazer um pequeno reparo: ó Nelson, não trate ninguém por "você". Está a utilizar marcadores linguísticos claramente distintivos e indicadores do estrato social do qual provém e nem eu nem Augusto Bruto temos particular apreço pela pequena burguesia a armar ao pingarelho. A não ser que o Nelson soubesse escrever...aí concerteza reconsideraríamos essa posição.

PS: Fazer tanta publicidade a vários blogues cuja soma não chega aos calcanhares da pior gaja do hi5 porcas não é de mau tom, é de mau gosto.


De Serigaita L. a 20 de Outubro de 2008 às 23:30
este senhor não com toda a certeza dotado de sentido de humor...nem tudo na vida é para ser levado a sério...
achei particularmente piada ao facto de falar em etica e colocar desabafos de pacientes seus...não é por nada mas já pensou se algum deles reconhece as suas palavras e sente que a confiança profissional foi para as cucuias (cucuias é nome que uso com frequência para nao dizer foi com os porcos)....


De Serigaita B. a 20 de Outubro de 2008 às 23:48
Era preciso tanta merda pra fazer publicidades aos seus próprios blogs? Dasse....


De Jo a 22 de Outubro de 2008 às 10:06
Bruto, a culpa é tda, sai do armario e vai ao consultorio do sr doutor pah !:p :p


De Rosa Y Casaco a 28 de Outubro de 2008 às 15:45
E se o caro colega reparar bem, o texto escrito é diferente do ouvido. O mestre altera foneticamente as palavras à medida que vai andando...é totalmente diferente ler e ouvir o Sr. Zimmerman.


Comenta-mos

.nada sobre mim

.Pesquisa-mos com carinho

 

.últimas pústulas

. Metal Machine Music

. ...

. Islândia: Governo demitiu...

. Querida Europa

. Qualquer dia, tomo uma ca...

. O Quarto Profeta do Kudur...

. Máquina

. desta vez, Pravda signifi...

. Tudo

. Mensagem da Sra. Ministra...

. Augusto Bruto é

. ...

. Parque Privativo

. hoje seria um bom dia

. La quê de la quê??

. "Denial is a river in Egi...

. Life is very short, and t...

. O Ó que o som tem

. Quarto Escuro

. Humor Fálico

. "Para jogar à bisca, domi...

. Vídeo das Férias de Verão

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


.últimas pústulas

. Metal Machine Music

. ...

. Islândia: Governo demitiu...

. Querida Europa

. Qualquer dia, tomo uma ca...

. O Quarto Profeta do Kudur...

. Máquina

. desta vez, Pravda signifi...

. Tudo

. Mensagem da Sra. Ministra...

. Augusto Bruto é

. ...

. Parque Privativo

. hoje seria um bom dia

. La quê de la quê??

. "Denial is a river in Egi...

. Life is very short, and t...

. O Ó que o som tem

. Quarto Escuro

. Humor Fálico

. "Para jogar à bisca, domi...

. Vídeo das Férias de Verão

.Pústulas Saradas

.Index

. todas as tags

.Coisinhas boas de se ler

. FELICIDADE

. INTROSPECÇÃO (II)

. PORQUE A MÃE JÁ TEM CARA ...

.Linques

SAPO Blogs
RSS